Location: Brazil ChangeFechar

Flexibilidade e eficiência sem precedentes na E.ON Hungária, com o sistema de AMM industrial da Landis+Gyr

Flexibilidade operacional, troca eficiente de dados e uma interface de alto desempenho foram os requisitos chave da E.ON Hungária Zrt., a principal companhia energética da Hungria e uma das maiores concessionárias do país, quando decidiu pela renovação do sus sistema de aquisição de dados.

Quando a E.ON Hungária decidiu renovar os sistemas de aquisição de dados das suas companhias de energia, o sistema avançado da Landis+Gyr Converge foi a solução perfeita para a solicitação do cliente.

Desejando um sistema avançado e integrado

A E.ON Hungária Zrt. Tinha vários objetivos para seu projeto de renovar todos os seus sistemas de aquisição de dados. O requerimento básico era que o sistema coletasse dados de energia ativa e reativa, assim como os perfis de carga e dados de faturamento. Um dos maiores requisitos para o sistema era uma interface de alto desempenho e altamente automatizada com o SAP para os dados de faturamento e perfis de carga. Outro importante fator era a troca de dados entre as companhias e o operador do mercado – MAVIR – com formatos de XML pré-definidos para importação e exportação, que precisariam rodar de forma constante e eficiente. Além disso, o foco estava na redução do investimento e redução de custos, que seria atingida pelo uso de um único sistema, aplicação de serviço, provisões, ASP, de todos os três provedores de energia.

Estendendo o Projeto

A E.ON Hungária decidiu pelo uso do Converge Meter Data Warehouse da Landis+Gyr para atingir os objetivos do projeto. O projeto se iniciou com 2.000 medidores. Desde então tem sido continuamente estendido com mais pontos de medição, interfaces, servidores, crescendo em cerca de 1.000 medidores cada dois ou três meses. No segundo semestre de 2008 o projeto contava com 19.000 pontos de medição.

Visão geral do sistema e arquitetura

A instalação do Meter Data Warehouse consiste em um sistema central, uma interface com o SAP para faturamento e perfis de carga e o módulo de troca de dados via XML.

O sistema no provedor da E.ON, a E.ON IS está estabelecido como um sistema multi-servidor. A escalabilidade do sistema de medição permite a distribuição da aquisição de dados e do processamento de relatórios entre servidores dedicados. A porta está aberta para novos desenvolvimentos. Para preservação ou melhora no desempenho com a instalação de novos medidores o sistema pode ser completado com processadores ou servidores adicionais.

Servidores, servidores de portas seriais e modems estão compactamente instalados em um rack localizado em uma sala dedicada. A administração e a manutenção são feitas principalmente de forma remota. A aquisição de dados é feita durante as primeiras horas da manhã através de cerca de 80 modems, 5 servidores de portas seriais e 64 portas iMEGA de comunicação sobre GPRS.

Todo o sistema está incluído dentro do ambiente de TI da E.ON IS. A troca de dados em XML é feita através de um servidor ftp Unix na zona desmilitarizada. Os dados de faturamento e memória de massa são entregues ao SAP IS-U sobre uma integração direta coma base de dados. Um sistema de teste separado permite a verificação de updates de software e pode ser usado para treinamento.

Application Service Provision para reduzir custos

Um importante passo na redução de custos foi a decisão de concentrar processos DA/DP (aquisição e processamento de dados) em um sistema, atendendo a três concessionárias. Este conceito, é chamado de Application Service Provision (ASP). A E.ON IS atua como um provedor de serviço para as três concessionárias, operando e mantendo o Meter Data Warehouse e garantindo a disponibilidade do sistema.

Fluxo de trabalho altamente automatizado

O Converge é um sistema desenhado para aquisição e processamento de dados, que é amplamente usado para ler dados de faturamento e perfis de carga de medidores e processar as informações recebidas.

Os dados de medição são coletados todos os dias, de acordo com uma agenda pré definida, nas primeiras horas da manhã. Durante o horário comercial esses dados são processados e verificados. A maioria das tarefas diárias tais como aquisição de dados ou a criação dos relatórios, importação e exportação de dados é totalmente automática. A realização com êxito dessas tarefas é verificada no logbook. Em caso de falhas graves, o sistema notifica o operador via e-mail.

Graças à interface WEB do sistema os usuários nas concessionárias podem entrar no sistema simultaneamente de qualquer estação de trabalho com browser na intranet. Isso traz grande independência de estações de trabalho e limita a necessidade de upgrades de software para o provedor de ASP. Isto é uma grande vantagem para uma solução ASP competitiva.

E.ON tira vantagem das ferramentas de relatórios flexíveis, disponíveis no sistema AMM. A agenda executa um grande número de relatórios, que são especialmente desenhados para os usuários da E.ON, todos os dias. Estes relatórios dão uma boa visão do quão completos e de qualidade são os dados de medição.

Converge Table:
– Meter = Medidor
– External System = Sistema Externo
– XML = XML;
– GSM/GPRS/PSTN = GSM/GPRS/PSTN;
– Import = Importação;
– Export = Exportação;
– Data Acquisition = Aquisição de Dados;
– Plausibility = Plausibilidade;
– Validation = Validação;
– Aggregation = Agregação
– XML Export = Exportação XML;
– BAPI = BAPI;
– SAP ISU/CCS = SAP ISU/CCS;
– SAP ISU/EDM = SAP ISU/EDM;
– ftp UNIX Exchange Server = ftp UNIX Exchange Server;
– MAVIR = MAVIR;
– DMZ De-Militarised Zone = DMZ Zona Desmilitarizada;
– Highly automated and performing Converge – SAP BAPI interface for Billing Data = Interface BAPI Converge – SAP altamente automatizada e de alto desempenho, para dados de faturamento.

Interface SAP IS-U

A interface SAP IS-U/CCS é usada para transferir dados de faturamento do sistema AMM para o de faturamento. Os dados de faturamento são armazenados num formato padrão sob uma entidade chamara “medidor virtual” que é identificado como um único ponto de medição, com um único ID. A transferência dos dados do sistema AMM para o de faturamento se dá em três etapas. Na primeira, ordens de leitura são criadas no SAP e transferidas ao sistema AMM. Na segunda etapa, os dados de faturamento dos medidores correspondentes são localizados pelo sistema AMM através do ID do medidor, da identificação OBIS e da data de leitura planejada. Eles serão então adicionados às ordens de leitura. Na fase final as ordens de leitura completadas são carregadas no sistema SAP para processamento posterior.

Os dados trocados por um link na base de dados. A vantagem da integração pelas bases de dados é que os dois sistemas têm uma visão comum da tabela de transferência. A interface pode ser automatizada para rodar de acordo com uma agenda sem intervenção manual. Além disso, ela inclui uma ferramenta de relatórios que oferece ao usuário uma visão geral do status das ordens de leitura.

Troca de dados com parceiros de mercado

Na E.ON a interface XML é capaz de importar dados automaticamente e salvar os dados nos perfis de carga correspondentes.. Por outro lado, para cada mensagem XML que sai (para a MAVIR ou outras entidades de mercado) o usuário pode definir um destino na árvore de consumidores do Converge. A criação de mensagens pode ser agendada e vai incluir automaticamente todos os perfis de carga alocados na sua árvore de destino.

Modificações nos cabeçalhos das mensagens podem ser facilmente feitas no no arquivo de configuração. Isto é essencial, porque neste sistema ASP cada concessionária tem que comunicar usando seu próprio nome com outras entidades de mercado.

“Nós estamos usando o sistema já há cinco anos. Ele nos dá uma ótima forma de controlar nossos mais importantes segmentos de mercado. Esta solução é a ferramenta certa para atingirmos nossos objetivos e entregar dados de medição de qualidade a nossos clientes mais importantes.”

Robert Havasi, Chefe do Centro de Medição E.ON Hungária Zrt.

Second Table:
– System Operator = Operador do Sistema
– EDE = EDE
– EED = EED
– ETI = ETI
– MAVIR = MAVIR
– EMASZ = EMASZ
– ELMU = ELMU
– E.ON Utilities = Concessionárias E.ON
– Other Utilities = Outras concessionárias

Sobre a E.ON Ungária Zrt:

A E.ON está presente na Hungria desde 1995através de seus predecessores legais. Durante o processo de privatização do setor elétrico húngaro, ela comprou ações de três concessionárias de energia a EDE, a ETI e a EED, e também, do setor de gás, da KÖGÁZ e, em 2003, da DDGÁZ. Em 2007 mais empresas foram reestruturadas, para formar a corporação atual.

Área de serviço:

Eletricidade: 55.181km²;

Gás 26.145km²

Rede de cabos e tubulação: 82.976km de rede elétrica e 17.560km de linhas de gás.

Número de clientes: 2.470.660 consumidores de eletricidade e 602.107 consumidores de gás.

Vendas: 15.575GWh e 16,5 milhões de m³ de gás.

Download now